Antes & Depois / Before & After

No fucks were given that day...


On a budget....

A Sheinside está cheia de promoções e clearances e blá blá. Comprei lá um vestido fofo para um casamento que estou desejosa que chegue. Entretanto tive a ver os saldos da loja, e, se tivesse dinheiro de sobra, compraria mais qualquer coisinha....mas não posso. 

Estive a pensar e se tivesse emprego, acho que punha de parte uns 50€ todos os meses para comprar roupa, que é coisa que eu gosto muito. Mas se 50 euros fosse muito puxado, reduziria para os 30€. Como não trabalho não posso fazer tal coisa. É certo que se calhar, se fosse à Primark conseguiria fazer um outfit inteiro por 20€. Mas não quero que a minha roupa seja toda da Atmosphere, lamento. 

Vendo bem, é possível amealhar um dinheirinho todos os meses e gastá-lo nas lojas online porque elas têm todas secção de saldos, ao menos isso! Também temos a Ebay que nos salva em momentos aflitivos. 
Sendo assim fiz uma montagem com roupa dos saldos da Sheinside com três pseudo-looks (pseudo porque não estão completos) e quanto gastaria comprar cada um ( sem contar com os portes). Looks fofos, porque eles têm blusas fofas. 


1. 32.98€

2. 28.11€

Khaki Long Sleeve Polka Dot Pullover Sweater (15.25€)  com  Grey Contrast Lace Bodycon Skirt (12.86€)

3. 29.56€

Pink Cartoon Sheep Flowers Print Sweatshirt (16.47€)  com  Apricot Elastic Waist Cascading Ruffle Lace Skirt (13.09€)



PS: Não, eles não me pagaram para fazer publicidade. Quem me dera que tivessem....

Flawless











Things to Know About Chimamanda Ngozi Adichie, the Nigerian Author Sampled On Beyoncé’s “Flawless”
1. As mentioned, the sample Beyoncé used on “Flawless” is from Adichie’s TEDx talk earlier this year called “We Should All Be Feminists.” You can watch the full talk here.
2. She likes to be called by her first name, Chimamanda, and doesn’t like anyone shortening it. “[It] means ‘My god will not fail me.’ Most Igbo names have incredible meanings. It’s a lovely language. Musical. Incredible names. Life affirming names.”
3. She gave her first TED talk, called “The Danger of a Single Story,” in 2009, described on the site thusly: “Our lives, our cultures, are composed of many overlapping stories. Novelist Chimamanda Adichie tells the story of how she found her authentic cultural voice — and warns that if we hear only a single story about another person or country, we risk a critical misunderstanding.” Watch it here.
4. She holds a Masters degree in Creative Writing from Johns Hopkins and a Masters degree in African Studies from Yale.
5. She is the author of the novel Americanahwhich is included on many book critics Best of lists for 2013. Here’s a great interview she did with NPR about the book. She’s also the author of the award-winning novels Purple Hibiscus and Half of a Yellow Sunas well as an award-winning book of short stories called The Thing Around Your Neck
6. The literary talents she most admires are Iris Murdoch and Jamaica Kincaid.
(SourceClutchMagFarmLaneBooks)


Hmmmm uma música com uma pitada de feminismo sabe tão bem. 

5 Livros de Actividades para Adultos*

(( * Sem conotação sexual por favor )) 

Sou muito fã deste tipo de livros. Estimulam a imaginação e criatividade. Há pessoas que são artistas e conseguem criar algo do nada e ser original. Eu, e o resto dos comuns mortais, perdidos na monotonia da sua vida, precisam de um empurrãozinho. Estes livros dão o empurrãzinho.

1. Wreck this Box da Keri Smith 


Talvez seja o mais conhecido. Composto por três dos livros mais vendidos da Keri Smith: Wreck this Journal - uma especie de diário ilustrado que incentiva à destruição como parte do processo criativo; This is not a Book - que reinventa o que poderá ser um livro; Mess: The Manual of Accidents and Mistakes - que nos incentiva a pensar menos nas coisas e não ter medo de errar!
 Tenho os três e adoro-os. Aconselho vivamente.



2. ASTONISH YOURSELF: 101 Experiments in the Philosophy of Everyday Life  de Rogel-Pol Droit


Interessante para quem gosta de pensar. Importante para quem está sempre stressado e com a cabeça a mil. Isto fará parar e compreender melhor o ser humano.
Não tenho este mas tenho uma certa curiosidade.


3. 344 QUESTIONS: The Creative Person's Do-It-Yourself Guide to Insight, Survival, and Artistic Fulfillment



Uma ajuda para encontrarem, através de esquemazinhos, a felicidade pessoal e profissional.
Adoro a ideia deste livro, mas ao mesmo tempo sei que haveria questões que me iam fazer pensar na minha situação de vida actual e não em iam agradar. Livro para epifanias.



Let’s be clear: I want this book to be useful to you. There are many great how-to books and biographies out there, and even more gorgeous collections of current and classic work to awe and inspire. But looking at catalogs of artistic success won’t make you a better artist any more than looking at photos of healthy people will cure your cold. You’ve got to take action!” ~ Stefan G. Bucher


4. Cheerful In 3 1/2 Months de Gerard Jansen


Um livro artístico para incentivar o leitor a fazer as coisas mundanas de maneiras diferentes de maneira a tornar tudo mais alegre. Desafios diários para combater a monotonia. Querem melhor que isto?




5. Walls Notebook 


Este é mais para pessoas com jeito para desenho, ou que estão sempre a escrevinhar em qualquer lado. Deixa sair o teu graffiter interior e passa-te com este notebook.
 PS: Isto daria também um óptimo scrapbook, para fazer colagens de memórias, ou sketchbook para estudantes de arte. Porquê que temos sempre de começar por uma folha branca?





E então? Qual comprariam? Ou conhecem outros do género? 

Inspiração - Moda

 (retirado daqui )


Imagem para inspiração quando não se tem um grande guarda-roupa. Como não ando bem de orçamento tenho de pensar bem no que compro e quantos outfits posso fazer com uma peça de roupa. 

Até devia fazer um auto-desafio - 13 peças 15 looks. 
Conseguiria? 

As pessoas que se ofendem pelo que as outras vestem

Hiatus over

((Antes de mais devo uma explicação. Há umas semanas atrás decidi deixar este blog. Os motivos iam desde o facto de eu não estar inspirada até a me sentir pressionada pois queria criar um blog, daqueles bonitos, com posts planeados e bem escritos. Ora isso não vai acontecer! Já desisti de querer mais seguidores, de querer monetizar o blog, de ter sempre assunto para criar um post, de fazer tudo bonitinho. Desisti. Caguei. Cansava-me. Sentia pressionada a postar todos os dias e, quando chegava à conclusão que não tinha ideias nenhumas, só me apetecia mandar isto pró caralhete. E fi-lo. Mas agora é diferente. Nem que haja intervalos de semanas, não me interessa, postarei o que me apetecer partilhar ou escrever. Isto nunca  será um blog "profissional" portanto mais vale não agir como tal. É tudo. Retiro-me.))


Quer em blogs, quer no Facebook, leio artigos de pessoas revoltadíssimas com a vestimenta de outrém. Muita saia, pouca saia, muito decote, over-dressed, under-dressed, dá demasiado nas vistas ou está igual a toda a gente. Frases e frases de criticas, normalmente escritas com sarcasmo q.b. , em jeito de troça e com demasiada arrogância. 

Não se enganem...eu também critico as roupas e estilos das outras pessoas. Farto-me de rir a ver as fotos dos espectadores da ModaLisboa, ou reviro os olhos quando em pleno Verão vejo uma gaja de calções e botas. Mas as minhas críticas resumem-se a uma frase ou simplesmente à expressão "Omg!" e não passam disso. Segundos depois a minha atenção está noutra coisa mais interessante. 

Mas há pessoas que parece que se ofendem, e muito, pelo que as outras pessoas vestem. E eu pergunto: porquê? Eles não são obrigados a vestir o que os outros vestem. Não os afecta nem fisicamente nem psicologicamente. Além de que uma pessoa tem a total liberdade de vestir o que quiser sem ter de ser atacado pela Fashion Police versão hipster. 

Não me venham com os Fashion Do's e Fashion Dont's; com o "Ai já sei que quando for a sitio X vão estar todos vestidos assim  e assado, parem de ser cópias!";  ou ainda as críticas de moda da Fionna na revista do Correio da Manhã. 

Parem de se preocupar tanto com o que o outro veste aqui ou ali, tá? Beijos




Translate

ShareThis