Um sapo na horta

Não há muito para contar. Comecei a plantar as ervas aromáticas e tomateiros. Temos uma mini-estufa por isso está a crescer tudo muito rapidamente. Os sapos andam doidos e afastam-se dos bebedouros dos cavalos e do laguinho. Estão muito bem camuflados e quase que os piso. Incrivelmente, não parecem ter muito medo dos humanos. Se tocar num,  fico com verrugas?

Já está calor suficiente para usar os meus fake-Keds. Desde que não chova e eles não se encham de lama, está tudo bem. No entanto, ainda está um vento incomodativo e na sombra está fresquinho. O Francisco também rapou o cabelo. Parecemos um casal de neo-nazis. Credo! Ahah




Este era grande e gordo

4 comments:

  1. Aaah adoro sapos!
    Sapatinho branco no campo?!...:-)
    xx

    ReplyDelete
  2. LOOOL neo-nazis morri tanto! Qualquer dia tatuam suásticas. Brinco muito.
    "Se tocar num, fico com verrugas?" - nah, mito urbano. neste caso, campestre. Eu tirei um da estrada há uns tempos e evitei um atropelamento! Era pesado! Saltou-me das mãos uma vez em terreno seguro. Metem respeitos.
    Tás linda.

    ReplyDelete
  3. Aqui também não têm medo, mas os meus cães tratam-lhes da saúde mal os vêem. Gostava era de ver as ervas aromáticas e os tomateiros :)

    ReplyDelete
  4. medo. tenho pavor de sapos.
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ReplyDelete

Translate

ShareThis