Mulheres Badass

For most of history, Anonymous was a woman.

                      Virginia Woolf


O Google traduz-me "badass" como "mauzão" mas eu acho que não há uma boa tradução para esta palavra. Uma das minhas preferidas da língua inglesa, deixem-me que vos diga. 
Esta lista não tem muitas mulheres. Há muitas, muitas mais. Mas vale a pena falar destas. 




Onna-Bugeisha - guerreiras japonesas que lutavam com os samurais e defendiam as suas casas contra ataques. Lutavam com uma naginata em vez de uma espada, pois era melhor a manter o inimigo afastado. Também usavam arco e flecha. 
As Onna-Bugeisha eram raras nas Eras Heian e Kamakura, mas no período Sengoku, graças a constantes conflitos militares e civis, as mulheres tiveram que defender as suas casas ou vilas. 
Acredita-se que as mulheres só lutavam em defesa MAS quando fizeram análises de ADN aos corpos da Batalha de Senbon Matsubaru, concluíram que 35 de 105 eram mulheres. Um terço deles eram mulheres!! E testes noutros lugares de batalhas concluíram a mesma coisa. E nenhuma dessas batalhas eram defensivas. Portanto deveria haver muito mais onna-bugeishas no campo de batalha do que as fontes revelam. 


Lilian Bland - em 1910 na Irlanda, Lilian construiu o seu próprio avião. O tanque de combustível era uma garrafa velha que whisky. Os seus hobbies eram: fumar, andar de calças, artes marciais, carros e jogo. 


Ching Shih - a pirata mais temida da história!  Começou como prostituta e depois tornou-se mulher de um capitão pirata: Cheng I. Ora o Cheng já tinha uma frota considerável de barcos e já andava a fazer estragos pela China. Mas quando a Ching Shih meteu-se ao barulho a frota duplicou. 
Quando Cheng I morreu num tsunami em 1807, ela tomou conta de toda a Frota da Bandeira Vermelha (Red Flag Fleet). Ching controlou tudo graças a um código de conduta pirata - se saqueassem uma cidade amiga, ficavam sem cabeça; se roubassem do tesouro pirata, ficavam sem cabeça; se violassem alguém, ficavam sem cabeça!! Até sexo consensual era proibido enquanto estivessem em serviço. 
Em 1808 o Governo Chinês, farto das merdas da Ching, enviaram uma frota Imperial para a apanhar. Não só a gaja não fugiu, como os enfrentou à grande, capturando 63 navios imperiais. 
Navios de guerra ingleses e holandeses também a enfrentaram, mas não tiveram bons resultados. 
O Governo sugeriu-lhe então amnistia e ela aceitou. Atracou a frota, ficou com todo o saque e viveu até os 69 anos. Badass! 

Mais: 


E... 


3 comments:

  1. Adoro ler casos como o 1º, é trazer à tona coisas que se manteve escondido na história, voluntariamente ou não!

    ReplyDelete
  2. já conhecia as duas - cheguei a fazer um trabalho no liceu sobre a Ching Shih - primeiras e as Onna Bugheisha é algo que me fascina, como as guerreiras viking e as amazonas. Mas relativamente a serem badass... só acho a Ching Shih, sinceramente.

    ReplyDelete
  3. Inspirador. Falta aí a Grace O'Malley^^ a Lilian devia ser uma companhia muito cool, então para a época...

    ReplyDelete

Translate

ShareThis