...

10 coisas que me irritam nos Filmes e Series



Vamos descontar aquelas coisas parvas que acontecem nos filmes. Tipo sobreviver a uma queda fatal de um helicóptero, ou esquivar-se a cinquenta mil balas, ou mesmo aquelas pancadas na cabeça que nunca terminam em traumatismos cranianos. Vá, vamos esquecer o básico dos filmes de acção e focar noutros pormenores, igualmente estúpidos.

1. Figurantes = Zé Ninguéns - sempre me incomodou um pouco que o herói mate 100 homens na base secreta de não sei de onde como quem mata formigas ali no jardim. Caem como tordos e não há cá ninguém a reclamar corpos nem arrependimentos por parte do herói. Isto acontece principalmente naqueles filmes onde há sempre uma base secreta num local recôndito no mundo. É bom que seja um trabalho muito bem pago pois os soldados têm de estar horas de vigia, isolados do mundo e em constante perigo de vida. Que fazem aos corpos quando o herói os mata? E as famílias? Têm famílias? Estão autorizados a ter famílias?
Ainda estou à espera do filme de acção que o herói sinta remorsos por ter morto o soldado patrulheiro #35, pai de três filhos e que tem a mulher doente com cancro, que por isso mesmo teve de aceitar trabalhar para o vilão. Pobre coitado...

2. Acende a luz, porra! - esta faz-me gritar para o ecrã e é o clássico dos filmes de terror. Vi recentemente um - The Lazarus Effect, em que, para dar mais medo à coisa, põem a cientista no laboratório a trabalhar às escuras. Porque é isso mesmo que os cientistas gostam de fazer, estragar os olhos enquanto tentam ler letras pequenas às escuras. É isso e o pai corajoso que vai investigar os sons estranhos que ouviu na cave e não acende a luz. Não conheço ninguém que vá investigar sons estranhos às escuras, no entanto esse bom senso desaparece no cinema. Tudo é menos assustador com a luz acesa, é sabido.

3. Inglês, inglês, inglês! - porque é mais que lógico que o astronauta se despenhe num planeta onde os habitantes falem inglês. Eu percebo...há filmes que não dá para evitar, não vão inventar um língua nova né? (cof cof Senhor dos Anéis cof cof Game of Thrones!) Vamos ignorar os filmes de fantasia. Vamos para os filmes históricos passados noutros países que não América e Inglaterra onde eles falam perfeito inglês! Oh! Mas puseram um actor com um leve sotaque italiano, então está tudo bem! Sim...porque para Hollywood (e não só) todos os actores do mundo estão na América, é impossível arranjar actores que falem outras línguas! Impossível! O Quentin Tarantino encontrou porque procurou muito muito muito!

4. White wash - expressão utilizada quando num filme sobre certas áreas do mundo, em vez de utilizarem actores dessas áreas do mundo, usam actores brancos bonitinhos e queridinhos. Porque claro que Jesus Cristo tinha olhos azuis!!! E os egípcios eram pretos?! Escândalo! Vamos pôr um fake tan no Christian Bale e já está! É como disse no ponto de cima...dificílimo encontrar actores egípcios ou com cor semelhante. E índo-americanos? Não há nenhum....Tiveram de pôr o Johnny Depp a fazer de índio porque os mataram a todos quando roubaram as suas terras.

5. Gilette no meio do Apocalipse - esta vai especialmente para o Walking Dead porque não há nada mais importante para um mulher, que rapar as axilas enquanto está no meio de uma horde de zombies. Ter pelos nas pernas durante o Apocalipse? Nem pensar! Prioridades femininas = não ter pêlos e ser extremamente sexy!

6. O Branco-herói! - este ponto dá high-fives no nº 4! Grupo de samurais japoneses, com experiência de luta e de vida, mas quem os salva a todos é o branco americano. Faz. Todo. O. Sentido. Acontece na realidade constantemente porque os brancos americanos são meninos-prodígio. Obrigada branco americano por salvares as minorias!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

7. O herói não tem crises de hipoglicemia - ele sobrevive a cortes que precisavam de pontos, a terramotos, persegue os bandidos, salva a donzela, não dorme, mata mais bandidos e ainda luta contra o boss. Mais de 24h sem sequer comer uma barra de cereais! Yeah! Eu já fico fraca se ficar mais de três horas sem comer, mas o herói ganha energia com as lágrimas dos seus entes queridos que foram mortos.

8. "Encontrei um cabelo no morto!" - afinal era o cabelo do detective que não usou uma touca na cena do crime. Nem roupa adequada, nem luvas, e ainda por cima, pisou tudo! Mas sabiam que cabelos de loiras boazonas  nunca caem na cena do crime? Está provado! Portanto elas podem andar de cabelo solto, qual reclame da L'Oreal, enquanto encontram pedaços de unhas por baixo do sofá, que não há maneira nenhuma de contaminarem o local!

9. Prodígios em todo o lado! - eu, pessoalmente, nunca conheci uma pessoa tão inteligente que se pudesse chamar prodígio. E sei porque nunca conheci. Eles estão todos a trabalhar para agências secretas. Estão na casa dos vinte e, claro, são sempre bonitos. Percebem de computadores e mais mil quinhentos outros assuntos porque, enfim, são prodígio. Sabem sobre todos os assuntos e estão sempre dispostos a debitar os factos em jeito de dicionário. Não são autistas nem têm problemas de socialização. São perfeitos e existem aos molhos! Na série Bones aparecem uns cinco....mas há mais nas outras séries caso queiram encontrá-los.

10. Família em forma - porque claro que a mãe de três filhos tem um corpo de fazer inveja. Atenção! Não estou a menosprezar as mães que realmente se esforçam para estarem em forma, ou que têm esse corpaço graças à genética. A cena é que na vida real vejo mais casais que não vão ao ginásio, do que aqueles que vão. E esta é para criticar a família que tem um trabalho e filhos, mas que os dois pais claramente passam horas no ginásio!!! Tipo...é como escolherem o The Rock para fazer de pai de família que trabalha num escritório. Duvido que tivesse um corpo daqueles.... Ou quando o marido é gordinho, têm sempre uma mulher toda bem feita....já repararam?


Por favor acrescentem mais pontos, pode ser que Hollywood esteja a ler isto.

Obsessões Semanais #8

Não sabiam que sou uma grande fã da Beyonce? Ficam a saber. Também ando a gostar mais da Nicki Minaj. Gosto de como "rappa". Gosto da ordinarice. Gosto de como se está a cagar para tudo e todos.
Portanto claro que a minha obsessão esta semana é o novo vídeo do Feeling Myself. 

Foi lançado só no Tidal (plataforma tipo Spotify lançada pelo Jay-Z que é cara como a merda!), o que me deixa extremamente triste, então só encontramos cópias manhosas no Youtube.

Gosto do vídeo. Gosto da estética. Gosto quando comparam com o vídeo da Iggy Azalea com Britney Spears porque a Beyonce e a Nicki são tão melhores. Eh eh

Enjoy











PS: Outra obsessão semana podia ter sido a Eurovisão...mas houve tanta balada e tão pouca loucura/ gayzisses/ conffettis/ momentos wtf, que nem vou comentar tal festival. 

10 Razões para verem a Eurovisão 2015

Está quase quase! É já este sábado! Esqueçam as "deprês" (juro que é assim que as tias dizem depressão) e vejam a noite mais LGBT de sempre! Confesso que nem sei quem é o concorrente português mas....who care's? 

Vejamos as razões para verem este maravilhoso espectáculo:

Os ogres finlandeses! 
1. É perfeito para  fãs de fantasia - há sempre mascarinhas, fadinhas, duendes e cenas assim. 



As avós russas! (eram as minhas preferidas!)



2. Aprende-se coisas novas sobre as outras culturas - nem que seja por virem vestidos com roupas típicas! 


Ucrânia .... wtf? 
3. Também podem aprender sobre a cultura alienígena - temas galácticos com bailarino extravagantes...yes please!  



A Irlanda já levou um fantoche!

4. Bom para crianças - de vez em quando aparecem fantoches e bonecada! 



Roménia, claro

5. Gay Opera Dracula - preciso de dizer mais alguma coisa? 

O barco da Turquia

6. Tem dança contemporânea (??) - para os apreciadores de cenas esquisitas! 

Republica Checa!! 

7. Há pessoas vestidas de super-herois - enquanto fazem danças esquisitas! 

Música sobre bigodes da França! 

8. Há música catchy com todos os temas possíveis! - nunca pensaram ouvir uma música sobre algo estranho? Na Eurovisão existe! 

Alexander Rybak da Noruega! 

9. Há até música bonita e gente com talento - não parece, mas há. 

Sua Alteza Real Conchita Wurst 

10. É anti-preconceitos - querem melhor que isto? 



BlogLove #6


Microscope Beauty - "Best Board Games / May 2015" - depois de ver este vídeo lembrei-me que adoro jogos de tabuleiro. Os básicos já me irritam um pouco (Monopólio e isso), e desde que joguei Agrícola anseio por jogos mais complexos que me façam pensar mais. Ela mostra alguns jogos que me apetece ir correr e comprar. Pena os jogos de tabuleiro serem tão caros hoje em dia. Porquê?

Hand Luggage Only - "14 Merry Olde Towns that you must visit in England" - só vos digo que estou a espumar da boca a olhar para isto. Que beleza! Lista guardada para futuras viagens.

Chapter Friday - "Six smart questions to ask during your next job interview" - tendo em conta que nas entrevistas a que fui eu não falei nada, fiz um sorriso idiota e disse que sim a tudo com a cabeça, este post é mesmo para mim. Chega de ser tão passiva. É certo que há patrões que gostam de passividade (há lá coisa melhor para controlar os empregados?) mas há outros, e são essas as empresas que vale a pena trabalhar, que gostam de alguém interessado, esperto e desenrascado.

Team Confetti - "Eurovision Bingo 2015 free printable" - apesar de não perceber um cu do que está escrito neste blog, sinto que encontrei um tesouro. Adoro a Eurovisão. É impossível não passar o mau humor ao ver e ouvir os cantores que lá vão. É de cagar a rir. Garanto! Agora que o concurso se aproxima, estou preparada para o comentar live com a Nancy e, quem sabe, preencher este Bingo. "Male singer reaps open his shirt" é tão provável de acontecer que nem é surpreendente estar no Bingo. Ehehehhe

Recentes Leituras

Ando a ler devagar livros que "roubo" à minha mãe porque, enfim, não encontro os livros que quero a bom preço.



Livro de José Luís Peixoto - este livro deixou-me triste porque sei que nunca vou conseguir escrever tão bem quanto este homem. Gostei muito do ínicio, do meio, mas não do fim. Deixou-me um pouco confusa e achei um pouco aborrecido. Mas gostei de ler tudo. É bom ler autores portugueses e este sabe utilizar muito bem o português.
Dou 4 em 5, porque o final aborreceu-me.


Retrato a Sépia de Isabel Allende - Gostei muito deste livro e não estava à espera de gostar tanto. Pensei que fosse um romance aborrecido, cheios de cavalheiros galantes e mulheres coitadinhas, mas não. É um livro que se lê bem, leve, com uma história onde acontecem sempre coisas. Não é aborrecido e tem personagens marcantes (Paulina del Valle gente!!).
Dou 4,5 em 5 porque sim.


Gostava agora de passar para livros de fantasia mas é um género que a minha mãe não lê. Já lhe roubei uns quantos do Stephen King, que sempre tive curiosidade. A ver vamos.

6 coisas que me afastam dos blogs





Adoro ler blogs. Posso não deixar um comentário, porque acho que não tenho nada a acrescentar, mas leio os blogs. Confesso que os meus preferidos são os de lifestyle (sou muito cusca) e que fujo a sete pés dos de maquilhagem pois já não aguento tanto "produtinho".

Mas não são só os diminutivos exagerados que me fazem parar de ler um blog. Há muitas mais coisas. Atenção...que isto é somente a minha opinião!

1. Letras  pequenas ou demasiado claras. - Uma pessoa já é meio cegueta e ainda tem que se aproximar do ecrã? Nem me dou ao trabalho de ler, lamento. Vocês podem ter a visão perfeita e achar que fica muito bem no background, mas eu não vejo um cu. E não, não vou andar a fazer Ctrl + blog sim blog não.

2. Fonte horrenda - a Times New Roman ou Helvetica acho que resultam sempre. Se vejo textos escritos com a fonte da Disney a setinha do rato vai logo a correr para a cruz.

3. Parágrafos gigantes - esta embirração já vem do tempo de escola que, quando estudava, tinha a mania de desfazer parágrafos enormes em tópicos e esquemazinhos. Portanto quando vejo parágrafos gigantes, respiro fundo e penso "Quero mesmo ler isto?" Gosto de ver espacinhos entre parágrafos. Que OCD of me.....

4. Produtinhos, produtinhos e mais produtinhos.... - já tinha dito que não sou fã de blogs de maquilhagem. Na realidade, sigo alguns blogs disso, mas os autores do blog intercalam sempre os posts com produtos, com posts mais pessoais. Disso gosta. O que me queixo são daqueles blogs que parece que foram pagos para fazer publicidade. Se calhar foram. Mas para isso prefiro ver os anúncios na tv.

5. "Olá princesas!", "Olá lindas!", "Olá macacas!" - eu percebo. Querem criar uma espécie de "slogan" para a vossa "marca", percebo. Mas lá por perceber, não quer dizer que não me irrite. Perdão. Principalmente por só englobarem o público feminino do vosso blog. Também há rapazes interessados em maquilhagem. Mas enfim...esta é mais uma picuinhisse minha.

6. Erros gramaticais - eu cometo, tu cometes, nós cometemos. Mas há erros e "á" erros! Passei recentemente por um blog que a rapariga em questão tinha razão no que dizia, sim senhora, post interessante e tudo, mas epá! Não era uma vírgula mal colocada ou um erro aqui e ali, que se faz por distracção...não. Era tipo "eles gostarão" enquanto falava no passado e cenas assim. Podia ter razão no que dizia, mas não fiquei lá para descodificar o resto.
(Na volta estava já a escrever segundo o novo acordo ortográfico e eu é que estou mal...eheheh)


E é praticamente isto que me faz afastar de certos blogs. Já aprendi a ignorar backgrounds feios e imagens de tamanhos diferentes porque, epá, para muita gente os blogs são um hobbie e compreendo que não se queiram aventurar em html e ter trabalho. É mais o conteúdo do blog que me afasta do que propriamente o aspecto.


E vocês? Também têm picuinhisses destas?

Obsessões Semanais #7

Dude...




E...

Mrs_Angemi Instagram - (contém imagens muito gráficas!!)  Ando doidinha com este Instagram. A senhora em questão é assistente de médico patologista (é assim que se diz?) e posta imagens de várias anomalias ou de causas de morte. Epá...não sei explicar bem. Ela explica melhor neste documentário. 


Ultimamente


O que me tem estado... / O que tenho estado.... :

A INSPIRAR - vídeos no youtube de pessoas a prepararem e a decorarem a agenda. Acho que ando mais organizada à pala disso. Há organização e planeamento para tudo.

A COMER - Tenho andado um bocado obcecada por saladas. Deve ser pelo tempo estar a ficar mais quente que não convida nada a comer coisas quentes e pesadas. Também me tenho aventurado a inventar molhos para as saldas. Azeite e vinagre já cansa.

A LER - Isabel Allende e digo-vos que me está a surpreender pela positiva! Pensava que me ia sair na rifa daqueles romances muita chatos, cheio de palavreado florido, cheio de borboletinhas. Até agora, estou a adorar. A ver vamos, como dizia o ceguinho. (O livro é Retrato a Sépia)

A ADORAR - O Sims 4 com a expansão do emprego. Gente, tenho a minha própria pastelaria toda cute, e fico cheia de fome a ver os cupcakes dos Sims. Ela vai-se casar hoje! 

A VER - Confesso que tenho estado a adorar  a nova temporada de Game of Thrones. Eu sei, como leitora do livro devia estar toda revoltada com a história alternativa da série, mas não estou! Tudo porque na série os personagens que eu gosto não morrem nem desaparecem. Aliás...a série parece muito mais virada para o que os fãs gostam de ver, enquanto que no livro, o Georginho está-se a cagar para tudo e todos*. JAQEN HAGAR GENTE!

A VESTIR - t-shirts. Não sou menina tropical e não gosto do calor. Mas sentir a brisa da Primavera nos braços enquanto recebo um solinho que não mata, é bom. Ainda não me aventurei nos calções, mas está para breve.



*Não me estou a queixar da história do Georginho, eu adoro-a. Mas a série torna tudo mais light e é bom ver esta "fanfic" da história.

Da Actualidade #1

Há muitas coisas que leio e que quero comentar aqui e não o faço porque isto não é um blog de cusquices. No entanto, há certos assuntos que têm de ser falados.
Vamos ao primeiro:



O crominho do Ídolos. Anda tudo histérico no Facebook com isto. Não é caso para menos, mas antes de falarmos temos de ver que este programa está mesmo feito para gozar com as pessoas visto que há um pré-casting, antes do júri, em que a produção ouve toda a gente e mesmo assim envia os "cromos" para o júri. Se já viram esta edição do Ídolos, podem reparar que o júri muitas vezes pede para os ditos "cromos" cantarem uma segunda música, não para darem uma segunda oportunidade aos pobres coitados, mas sim para aproveitar tudo o que aquele cromo tem para oferecer.

Odeio essa exploração das pessoas.

Mas temos de ver pelo outro lado. Em todas as edições dos Ídolos houveram cromos. Todas. E não me digam que as pessoas que vão lá concorrer não viram as edições anteriores. Não me digam que elas não sabem que existe uma hipótese de serem posto na categoria dos "cromos" e de serem gozados. Ninguém os obriga a ir, só lá vai quem quer. É esta a única defesa da produção sinceramente.

Se humilham e gozam as pessoas por "boa televisão" e por audiências, então são só estúpidos. O Ídolos e X-Factor existem à pala dos programas originais na América e Inglaterra. Se formos bem a ver os originais, sim, há cromos, e não são poucos. Agora se formos comparar a edição de um com outro, aí sim vemos diferenças. Tudo em prole das audiências. não é? Mas o Ídolos inglês não precisa de pôr bonecada idiota, nem gozar com o físico de uma pessoa para ter audiência. Curioso, não é? No X-Factor e Ídolos normalmente põem só os maus cantores a cantar e pronto, está a parte dos Cromos feita. Não há cá sons idiotas comprados das sitcoms do anos 90, não há patas de dinossauros a esmagar os que cantam mal, não há orelhas gigantes. Maior parte dos cromos do inglês e americano nem leva comentários, mas quando levam...epá, são comentários bem feitos.

O que nos leva à segunda parte. Eu sei que o Senhor Boucherie tem a fantasia secreta de ser o Simon Cowell, mas o coitado roça o ridículo ao tentar imitá-lo. Se formos a ver o júri do X-Factor inglês, por exemplo, podemos ver que não é preciso ser absolutamente estúpido e mal educado para ter audiências. O Simon pode ser desagradável, pode. Mas ele é genuino. Ele é assim. Ele consegue dizer piadinhas, mas depois diz com um ar simpático: "Sorry but it's a no for me." Ele chega a ter pena dos que claramente têm ali um atraso. Ele é mau, porque é sincero. O Boucherie diz aquelas piadinhas feitas dum jeito muito pouco natural e sincero, diz que "Tu não és um cantor, pá!" com toda a certeza do mundo, sendo que ele também não é um cantor e nem está ligado à música (onde está a moral para julgar os outros?), ele é simplesmente desagradável para as pessoas e epá! Tudo para as audiências!

A Cheryl Cole, do X-Factor, leva aquele lema do "kill them with kindness" a sério. É boa pessoa e raramente fala mal de alguém (ela passa-se com pessoas arrogantes!). No entanto...o X-Factor tem audiências. A Cheryl é cantora e teve anos de formação, a Maria João Bastos não. Esta segunda só se põe a rir, a cantar com os concorrentes (tipo...a sério?), e a julgar os outros como se entendesse da coisa. Fala de ter presença no palco como se andasse em concertos há vinte anos.

Estão a ver para onde estou a ir? A Sic não tem qualquer noção que se pode ter audiência sem humilhar as pessoas. Mas pode-se! O Masterchef Austrália é melhor que o da América porque eles são genuinamente boas pessoas que querem ajudar e ensinar os concorrentes. Não são maus só porque sim, como os outros da América.

Enquanto a Sic não aprender isto, eu aconselho a quem quer ir aos Ídolos a comprar um bilhete para a Inglaterra ou França e tentar a sua sorte lá. Enquanto não escolherem júri decente que de facto perceba de música ou que saiba o que é estar no mundo do espectáculo (eu sugeri estes no Facebook: "Júri para os Ídolos: Henrique Feist, Laurent (aquele das edições anteriores) e para a mulher...Susana Félix ou aquela que ganhou a Operação Triunfo, Vânia, acho. Pronto. Um júri que realmente percebe e faz parte da música. De nada Sic .") Enquanto não se acalmarem com as animações à lá Malucos do Riso, enquanto não pararem de explorar a infelicidade dos outros, não vai ser um bom programa. Lamento. 


Assunto nº2:  


Não sou fã das Kardashian mas respeito-as (principalmente à Kim) por ter conseguido uma carreira de milhões de dólares à pala de uma sextape que puseram na Internet contra a sua vontade. Transformou uma coisa negativa, em positiva. Props para ela! Também gosto das Kardashians por terem apoiado o Bruce Jenner na sua mudança de género. 
Respeito que as Kardashian  sejam sinceras em relação aos seus corpos. Lá no programa delas não escondem os botox que fazem, nem os tratamentos para a celulite.. A Kylie demorou, mas lá foi. Sou apologista que cada um é como cada qual e se ela quer fazer operações plásticas, que faça. Don't care. Só me irrita quando mentem sobre isso...porque depois é ver as miúdas novas a pintarem a boca que nem palhacinhas para imitar a dita cuja. Se fizeste alguma coisa ao teu corpo, own it! Principalmente se se nota. Se não? Não tens de contar a ninguém, mas não negues quando te perguntem! 
Props para a miúda por ter admitido que injectou os lábios. Se se sente bem assim, bom para ela! Não sei porquê grande alarido em volta disso. Ao menos admitiu, né? Não é como a Iggy Azalea que continua a negar que tem implantes no cu, apesar de ser óbvio que tem. Own it biatch! 

Se eu tivesse o escritório dos meus sonhos...



1. Busy as a Bee Notepad;
2. Washi Tape Mushroom Forest; 
3. Mint Drawer Filling Cabinet; 
4. Ring Binder; 
5. Thug Life Pencils; 
6. Full-Moon Sticker; 


Tenho dentro de mim a esperança que um dia vou ter um escritório cheio das picuinhices que eu adoro. Autocolantes e corzinhas, geekisses e muitas mais cenas.

Mais inspiração:


(via)
(via)
(via)
(via)


10 Sites que dão jeito

Existem coisas incríveis nesta coisa chamada Internet.


1. Documentary Heaven - montes e montes de documentários grátis. Adeus tédio! 

2. Account Killer - remove instantaneamente a informação pessoal de sites em que não queiram ter essa informação! (E tem uma blacklist de sites que são dificeis, ou impossíveis, de remover as contas)
3. SNESFUN - aqui podem jogar praticamente todos os jogos antigos da Nintendo!! Olá Zelda! 

4. Coursera - centenas de cursos online grátis de escola legítimas. True story! 

5. SumoPaint - é praticamente um Photoshop online. Nada de fotografias feias agora! 

6. Cornel 1801 - querem voltar a ver os clássicos da Disney? Txaraaaam!

7. Shit You Can Afford - site que vende gadgets e prendas engraçadas a um preço barato! (Não sei de nada em relação aos portes). 

8. Listen to Youtube - para downloadar qualquer video do youtube em formato mp3. 

9. Najle Idaft - para fingirem  que são os Daft Punk (Aviso: pode ser viciante!). 

10. Does the dog dies? - site que informa se no filme que estão prestes a ver morre algum cão. Óptimo para mim porque não suporto ver filmes em que os animaizinhos morrem (ou sofrem!). 

Life Lately: Plantar, plantar e plantar!

O título basicamente explica tudo do que se tem passado na minha vida. Mentira. Houve uma feira medieval em lagos, mas depois de ter estado na de Óbidos, esta é muito....mnhé!

Tenho andado pela horta, a matar animaizinhos sem querer e a sujar as unhas. Não é muito interessante, se querem que vos diga. Mas aqui fica algumas fotos.

Cebolas

Cenas

Cebolas na terra!

Desculpa minhoquinha T_T 

Os inimigos mortais da horta

Se tiverem oportunidade de ter morangos, ou de comprar morangos biológicos, façam-no. São bons que doi e sabem o cheiro dos cremes de morango? Aqueles cremes de corpo com o cheiro até demasiado enjoativo? Juro que cheiram a isso...só que se pode comer!


Parece que matei alguém. Nice!
Tomem lá um Boni de guarda aos caracóis para completar este post inútil! Eh eh eh eh


Daqui a 10 anos...



- Quero já ter uns quantos livros publicados; 
- Quero já ter a minha casa; 
- Quero ter uns quantos cães e gatos;
- Quero ter pelo menos um filho;
- Quero já ter viajado pela Europa; 
- Quero já ter daqueles carros que não poluem; 
- Quero ser alta master de yoga ou pilates
- Não quero ter acne; 
- Quero ainda ser loira; 
- Quero ter painéis solares; 
- Quero sobreviver ao tsunami que certamente já terá vindo; 
- Também quero sobreviver ao apocalipse zombie
- Quero dançar no palco com a Beyonce; 

Bem...isto descambou um bocado. Que esperam de vocês daqui a dez anos?

Translate

ShareThis