Tag - Complete a Frase



Tirado do blog Letras na Gaveta


Sou muito preguiçosa. É uma doença. Está-me no sangue. Não consigo evitar. Uma boa dose de cafeína por vezes ajuda! 

Não suporto sons de aspirador, motas ou ouvir pessoas a falar espanhol aos altos berros e com voz nasalada. Tá dito. 

Eu nunca parti nada, magoei-me a sério, fui operada ou estive doente à grande (nem pontos levei)....portanto às vezes sinto-me à espera da desgraça que me atingirá nos anos vindouros. (Tenho a pancada de que vou ter o azar de ter cancro, espero bem que não se realize.)

Eu já me zanguei com o meu gato por ele pedir mais mimos ao meu namorado do que a mim. É injusto! Também quero ronrons! 

Quando era criança gostava muito de brincar sozinha, sem brinquedos nem nada. Imaginava pessoas comigo (não eram amigos imaginários, eram personagens das histórias que eu inventava) e andava pela casa a falar sozinha enquanto matava monstros imaginários. PS: Também fazia os efeitos sonoros: se, por exemplo, estivesse a imaginar que estava perto do mar fazia os sons das ondas, também fazia os sons dos passos e do carregar das armas. Devia ter-me tornado beatboxer. 

Neste exacto momento estou a ouvir Ed Sheeran e a beber um Rodeo. (aka Redbull genérico)

Eu morro de medo de terramotos e tsunamis. Vivo a minha vida sempre com um plano de fuga para quando vier a onda gigante. Be prepared. 

Eu sempre gostei do cheiro do papel das revistas, de sons diferentes e de vozes com "secura" ou "metal", não consigo explicar isto. 

Se eu pudesse fazia justiça pelas minhas mãos contra violadores, quem faz mal a animais e a crianças e ...epá... cabrões no geral. 

Fico feliz quando um cão está feliz. A sério. Nada me deixa mais genuinamente feliz do que ver um cão todo feliz que até parece sorrir. 

Se eu pudesse voltar atrás no tempo dava o número do Euromilhões da semana passada a mim mesma. Ia demover Jesus Cristo de se armar em bom. Ia ver como raio eles construíram as pirâmides. Salvava o Jack do Titanic (lol). Matava Hitler. Não deixava o Heath Ledger morrer. Nem a Amy Winehouse. Apagava o fogo na biblioteca de Alexandria. Ia a uma festa nos loucos anos 20. Impedia os gajos do KKK de nascerem. Conhecia o Leonardo Da Vinci. Via a erupção do Vesúvio, mas de longe. Adoptava a Laika. 

Adoro imaginar cenas, autocolantes fofos, Luduvico Einaudi, animais, comida, dormir. 

Quero muito viajar para Japão, roadtrip pela América...e epá, para todo o lado na verdade.  

Eu preciso  de um computador portátil daqueles pequenos para poder escrever em qualquer lado. Alguém tem um para me vender? 

Não gosto de pessoas que se queixam muito, música metal, rúcula e gafanhotos. 

Vou taggar toda a gente e mais alguma. Deixem nos comments ou façam um post que eu vejo que sou cusca, mmm'kay? E estava a falar a sério naquilo do computador. 

4 comments:

  1. Pá, a minha mãe acabou de se desfazer de um sony portátil picanino maneirinho, soubera eu antes, tinha-to vendido, ela usava-o para isso mm, para escrever em qq lado, mas entretanto decidiu comprar um mais recente. O meu filho é como tu, a brincar, juro!! Anda pela casa a falar sózinho e o carai, a lutar contra monstros e tal. Não gostas de metal? Baaaaah, não gosto disso eheheheh. Vou começar pelo fim:
    Não gosto de... pessoas, básicamente. Triste, né? Mas no fundo é mm assim, n gosto de 90% das pessoas com as quais me cruzo na vida.
    Preciso de... mudar de casa, mas vai ser impossivel.
    Quero muito viajar para... não gosto lá muito de viajar, mas Skye, Highlands, Irlanda, Itália e Salzburgo
    Adoro... vinhos. Livros. Roupas. Sapatos.Comer. Dormir.
    Se eu pudesse voltar atrás no tempo seguia mais vezes os meus instintos
    Fico feliz quando o meu puto se sai com uma da qual eu não estava á espera e me deixa de boca aberta, básicamente. Fico feliz com outras merdas, com montes de coisas, na verdade - queixo-me de tudo e mais alguma coisa mas depois basta um nad para eu me sentir feliz
    Sempre gostei de desafiar regras e autoridades, de ser do contra, de ser diferente
    Morro de medo de baratas. Ponto.
    Neste exacto momento estou a ouvir os cartoons do meu puto
    Se eu pudesse livrava o mundo de certos seres nojentos e expunha muita gente que acha que ninguém lhes topou os esquemas mas na verdade topou
    Quando era criança era uma lider nata e mega hiper super popular
    EU já me zanguei comigo mesma meio milhão de vezes
    Não suporto que me digam o que devo ser, como devo ser, o que fazer com a minha vida, como agir, como pensar
    Sou muito individualista
    prontinho!!
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ReplyDelete
    Replies
    1. T_T porque não escrevi o post mais cedo. No olx devo encontrar!
      E toda a gente tem medo de baratas. São nojentas.

      Delete
  2. castelhanos com voz nasalada foda-se..... tou a ter uma crise de histeria à custa de teres mencionado a erupção do Vesúvio!

    ReplyDelete

Translate

ShareThis